21/12/2009

Liga Vitalis

Chaves 3-1 Covilhã


O Pai Natal veio mais cedo e o Desportivo de Chaves brindou os seus sócios e simpatizantes com uma exibição cinco estrelas e são já 13 o número de pontos consecutivos conquistados pelos comandados de Nuno Pinto, o jovem treinador de 34 anos, que rendeu Ricardo Formosinho e levou a equipa do último lugar da tabela para o quinto lugar.

A entrada dos donos da casa foi muito forte e na primeira parte o guardião Rui Rego foi um mero espectador do encontro.

O domínio dos flavienses foi avassalador, mas a finalização estava algo desastrada.

Aos 19 minutos um forte pontapé de Bamba foi desviado pelo braço de Edgar dentro da área de rigor, mas o juiz Hugo Pacheco, bem colocado, entendeu que foi bola na mão. O domínio dos da casa manteve-se, mas a recta final da primeira parte foi um autêntico festival de oportunidades desperdiçadas e mesmo sobre o apito final Clemente, solto de marcação dentro da área, deixa o guardião Diego colado ao solo, mas o seu cabeceamento sai ao lado.

Os dados estavam lançados e o Chaves estava realmente a dar uma resposta muito positiva no seu reduto, com os experientes Castanheira e Carlos Pinto (o melhor marcador da prova com nove golos), a pegarem na “batuta” e a serem os verdadeiros maestros do jogo.

Se na primeira parte o futebol cativou o público, que debaixo de temperaturas muito baixas, iam batendo os pés para apoiarem a sua equipa e aquecerem, a segunda metade trouxe golos e dez minutos alucinantes dos flavienses (marcaram 3 golos) fizeram a diferença e deram a machadada final no conjunto da serra, com a particularidade de Clemente ter estado nos três golos.

Bruno Magalhães, que há cinco anos enverga a camisola do Desportivo de Chaves, fez o seu primeiro golo ao serviço do Chaves e o primeiro do jogo, quando iam decorridos 50 minutos, festejando de forma exuberante e o estádio retribuiu e aplaudiu-o de pé. A equipa balançou-se e Clemente aos 53 e Diope aos 59 fizeram os restantes.

Só dava Chaves e num erro a meio campo do conjunto da casa, os serranos, quando iam decorridos 72 minutos, mostrou um ar da sua graça e reduziu para 3-1, fechando a contagem e o jogo que na parte final deixou de ter o mesmo brilho.

O Chaves, que estava com uma vantagem confortável, levantou o pé do acelerador e passou a gerir o resultado de forma inteligente e sem correr riscos.

Quanto ao Sporting da Covilhã, que ainda tentou correr atrás do prejuízo, acordou tarde de mais para o jogo e sempre que se aproximou da baliza de Rego, não o fez com a lucidez necessária.

Paulo Silva Reis In Semanário TRANSMONTANO

3 comentários:

Anónimo disse...

O Chaves melhora de jogo para jogo, já está no 5ºlugar da liga vitalis, mas o que é feito do site oficial?
Vou ao zerozero, google e outros sites de pesquisa e dizem-me que o site é www.gdchaves.pt, mas vou aceder a esse site e aparece-me "O Internet Explorer não consegue mostrar a página Web". Tento também outros sites como www.gdchaves.no.sapo.pt , www.gdchavesantigo.blogs.sapo.pt , mas nada, ou estão offline, ou estão desactualizados.
Noto que, no ano passado, quando o Chaves estava na IIDivisão, o site oficial estava online, mas agora que o clube está na Liga Vitalis, o site está indisponível.
Peço ao VilaRealSport que, se conhecer alguma razão ou souber de algum endereço novo do clube, que mostre no blog, para todos os interessados, como eu, saberem, pois não é comum um clube, na sua presença na IIB, ter um site actualizado, e na sua subida para uma divisão superior, no ano seguinte, não ter o mesmo site actualizado e online.
Obrigado.

José.C.Leitão disse...

Pois sinceramente desconheco outro endereço para além daqueles que falou! mas é uma boa questão para os dirigentes Flavienses qd tiver oportunidade assim o fazer!
Abraço

Anónimo disse...

http://www.gd-chaves.blogspot.com/
novo blog (não oficial) do clube.
mas o site oficial, ainda nem vê-lo...