27/09/2009

Quinxe a xero

Ainda não é desta que vemos o Benfica a vencer por 15 a 0, citando o humor do Gato Fedorento, mas estamos em condições de apreciar as sucessivas goleadas - por exemplo 5 a 0 frente ao Leixões - que o Benfica repetidamente vem compilando.

Teremos que dar o merecido mérito ao SLB, porque após anos a fio de jejum, consegue desta feita obter resultados esmagadores, e só não estão em primeiro lugar no campeonato por o Braga consegue, jornada após jornada, garantir os 3 pontos à tangente.

Mas este alto voo da águia não será, apenas e só, fogo-de-vista? Ou é somente a junção de vários factores como uma boa equipa, uma direcção sólida e um treinador ambicioso?

Os benfiquistas são conhecidos por se deslumbrarem com pouco, mas o bom momento que o Benfica atravessa tem durado desde a pré-época, onde somaram títulos e goleadas sem fim, sendo que nesta altura estão em posição de se bater com os melhores de Portugal ou da Europa…

Para responder a estas perguntas teremos que esperar até ao final da época, contudo, uma coisa é certa: O Benfica possui de facto uma boa formação, desde jogadores experientes (Quim, Aimar, Saviola), a jogadores jovens com boa projecção (David Luíz, Coentrão, Di Mari), tem uma direcção consistente, como há muitos anos não possuía, e um treinador ambicioso como eu não me lembro de ver na Luz.

Não adianta procurar fora de Portugal quando há bons valores perto de nós, e Jorge Jesus foi sem dúvida o catalisador que o Benfica precisava, e que só agora teve a sua ascensão porque só agora se encontrou à frente de uma equipa de topo, e como reza o ditado, “sem ovos não se fazem omeletas”…

2 comentários:

Petição disse...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:
Revolucionar o Futebol profissional em Portugal, pela implementação de um novo modelo de gestão, financiamento e organização.

Petição em:
http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

Anónimo disse...

a direcção é a mesma!!! Quanto ao resto (treinador e jogadores), de facto mudou para melhor.

Há tb o facto de os árbitros, até então, ainda não terem começado a roubar descaradamente para o porto, tal como têm feitos nos ultimos anos...