10/08/2009

O resultado inevitável

Inevitavelmente, o FC Porto venceu a sua 16ª Supertaça Cândido de Oliveira, ao derrotar o Paços de Ferreira por 2-0. Farias inaugurou o marcador no arranca da segunda parte, e Bruno Alves fechou a contagem perto do final. Foi um bom prenúncio para o início de temporada, que arranca já no próximo fim-de-semana.

4 comentários:

Anónimo disse...

Esta é uma Taça que vale, não é como algumas que se criam para dar títulos!
Enfim...

Anónimo disse...

Vale o que vale, pois quando o Porto nao a vence, como aconteceu anteriormente nos jogos com o Sporting, os seus adeptos nao deram grande importancia, depois com um guarda redes amigo tudo se torna mais fácil.

Francisco Chaveiro Reis disse...

Ninguém esperava que vencesse outra equipa que não o FCP e o presente de Cássio ajudou.

Abraços

Pirataemcampo disse...

Não está em causa o vencedor da super taça, mas a dualidade de critérios foi gritante, salvo erro ao minuto 48 o meireles dá uma sarrafada num jogador do paços que nem sequer falta foi assinalada, era vermelho directo na minha opinião já para não falar no lance do jorginho onde o jogador ao rodar no ar a bola bate-lhe no braço, corta a trajectória da bola sim senhor, até aqui tudo bem, mas em guimarães na semana passada o mesmo jorge tripeiro viu um lançe igual mas mas mas assinalou ao contrário e deu amarelo ao c.martins.
Vai ser mais do mesmo, que vergonha, dispam as camisolas ou peçam para não apitar os seus própios clubes...........