06/08/2009

Brincadeiras de Jesus

O Benfica realizou boas contratações neste defeso, todavia há certos jogadores que simplesmente não faziam falta… para já! É o caso do guarda-redes Júlio César, o brasileiro que foi resgatado ao Belenenses por 500 mil euros, e que já tivemos a oportunidade de apreciar as suas qualidades.

E eu pergunto, qual era a necessidade? O Benfica já possui, pelo menos, dois bons guarda-redes, e com a utilização de Moretto nos jogos da pré-época (que não esteve mal), adivinhava-se que o SLB estava mais do que servido para esta temporada, no que respeita a balizas.

Agora, Jorge Jesus terá que dispensar, pelo menos, um jogador nesta posição, e não creio que será Moreira, ou Quim, porque o valor destes dois elementos está mais do que comprovado.

A escolha recaiu em Moretto, como apurou ontem a “Bola Branca”. Contudo, o jogador que na época passada foi emprestado ao AEK, não pretende ser cedido novamente nestas condições, e exige o valor dos ordenados até ao final do contrato, caso fosse cumprido, saindo do Benfica como jogador livre. O jogador mostrou-se ainda desolado com a decisão do treinador, porque após três anos de alguma infelicidade na luz, Moretto sentia-se de novo motivado e vinha a mostrar resultados.

E eu pergunto novamente: Qual foi a necessidade de gastar quase 1 milhão de euros em trocas de terceiros guarda-redes, que muito dificilmente irão alinhar no xadrez de Jorge Jesus? Nenhuma.

Para mim, o ex-treinador do Belenenses deveria ter alguma dívida para com o seu antigo clube, que à vista de todos foi prontamente saldada.

FR

0 comentários: