07/07/2009

Team Bip regressa a Vila Real após 36 anos

O Team BIP foi um dos visionários do automobilismo acreditando, em 1972, a 100% no automobilismos português, na sua capacidade representativa, nos seus pilotos e no impacto mediático.

O Team BIP foi a primeira equipa portuguesa na alta roda do automobilismo internacional, dotado de um orçamento anual de 25.000€ (5.000 contos) estando envolvida no Campeonato Nacional de Velocidade, no Mundial de Marcas e no Europeu de Sport 2 litros. A equipa era financiada pelo Banco Intercontinental Português que conseguiu alcançar resultados impensáveis para uma estrutura vinda deste recanto da Europa.

Em provas tipo “sprint”, como a de Vila Real, apenas era utilizado um piloto por carro, ocupando o “cockpit” dos Lola T-292 os consagrados pilotos Carlos Gaspar e Carlos Santos. O primeiro possuía um impressionante palmarés, que a nível nacional (2 títulos), que a nível internacional (1 título em F3). O segundo, considerado um virtuoso, possuía grande experiência na condução de máquinas potentes tende arrecadado três títulos nacionais com viaturas Porsche, modelos 906 e 907.

A Organização desta 42ª Edição do Circuito Automóvel de Vila Real traz até à capital do desporto automóvel o sport-protótipo conduzido por Carlos Gaspar e Carlos Santos, nos anos setenta, piloto que protagonizou algumas das mais empolgantes corridas de resistência realizadas em Portugal, e que contribuíram para tornar as corridas de Vila Real num efectivo cartaz Cultural.

1 comentários:

jose disse...

É verdade que Team Bip, do banqueiro Jorge de Brito, foi uma equipa única na velocidade em Portugal.

No que respeita ao palmarés dos dois corredores do team estás redondamente enganado. Carlos Gaspar nunca foi campeão de Fórmula 3 e Carlos Santos nunca venceu o campeonato com o Porsche 907.